A Reserva

Encravada entre a província portuguesa de Trás-os-Montes e a província espanhola de Zamora [Castilla y León], a região da Braganzónia [Braganza+Amazónia] é considerada, como sempre foi pelo Poder [monárquico ou republicano] de Lisboa, uma autêntica Reserva de Índios, reconhecida por qualquer viajante esclarecido como das mais atrasadas da Europa.

Atrasada, abandonada, desprezada, quase renegada e indesejada!

E não poucas vezes espoliada do pouco que já lhe resta para além da genica, do orgulho e da dignidade dos que nela vão sendo ignorados!

Para os Senhores do Poder, a Braganzónia foi sempre um empecilho que apenas dá despesa, poucos impostos e quase nenhuns votos!

Que os interessou apenas enquanto foi preciso recrutar mancebos fortalhudos, habituados à fome e à porrada, para mandar às guerras de África!

A reserva abrange actualmente 106 tribos, agrupadas em 49 zonas de caça dispersas por uma área de 1.173 quilómetros quadrados.

Eram 34.752 os índios que ocupavam esta vasta área em 2001 [trinta por quilómetro quadrado].

Algumas dessas tribos, as da metade Norte da reserva, desde a fronteira espanhola até aos velhos trilhos que ligam Braganza [a tribo maior] à zona Leste de Vinhais [reserva irmã da Braganzónia] e à zona Oeste de Alcañices [reserva espanhola pouco menos desprezada por Madrid], foram há uns anos atrás, sem para tal serem ouvidas e contra-vontade, integradas no Parque Natural de Montesinho.

Transformando-lhes o quotidiano num verdadeiro inferno porque, entre outras coisas, lhes não é sequer permitido cortar livremente a lenha de que são donos para manter o fogo que lhes aquece o corpo durante o Inverno. Que na Braganzónia é rigoroso, faz doer as unhas e gelar os rios!

Agora, cada índio tem que [muito respeitosamente] solicitar aos Senhores do Parque o especial favor de uma autorização para cortar meia dúzia de paus que mal chegam para os gatos tirarem o frio do lombo!

Melhor fora que o tal Poder os abandonasse de vez à sua sorte para livremente poderem decidir o futuro!

03 junho, 2008

Bicho Lusitano

"Os armadores pretendem avançar com o despedimento de pescadores para que estes possam receber o subsídio de desemprego no caso de a greve no sector se prolongar."

in ' TSF Online '


"António Vitorino defendeu uma intervenção rápida da Autoridade da Concorrência para perceber se o aumento do preço do peixe se deve apenas ao aumento do preço dos combustíveis. Para o socialista, existe falta de transparência no sector."

in ' TSF Online '




Não tarda, a velha Europa e o Mundo, como não, irão assistir boquiabertos a mais uma invenção do nobre povo desta valente... nação. A greve remunerada! Obviamente à custa do Estado, que é como quem diz, dos cidadãos que pagam impostos!

A capacidade inventiva do bicho lusitano não pára de surpreender o tal Mundo, em que a respeito de qualquer pantomina, diga-se, somos invariavelmente os melhores, mas está-me cá a parecer que esta história não está a ser bem contada. E começo a pensar se a greve [dos patrões] não terá a ver com tudo menos com o preço dos combustíveis...


18 comentários:

samuel disse...

Patrões em greve é assim como que... uma coisa meio estranha.
Cá estaremos para tentar entender.

Abreijo

meg disse...

Amiga Porca,

Imagina, depois de ver o Berardo a ser aplaudido pelo pessoal do BCP, agora estes...
Tu tens dúvidas?
Já agora, uma anedota para rir , chorar ou pensar, mas verdadeira.

Estamos em plena crise de combustíveis, certo?
Fui meter gasolina numa estação de serviço de um tal célebre Saleiro, e depois de pagar, a empregada de há mais de 20 anos, pergunta-me...
quer recibo?
(não é factura, Porca!)
Quero recibo? Não, eu não quero recibo, a senhora é que me tem de me dar o recico de uma importência que eu paguei senão vou pensar, entre outras coisas que a senhora vai meter esse dinheiro ao bolso!!!
SALEIRO, não te esqueças.

Um grande xi pa ti

Moriae disse...

SOLIDARIEDADE PARA COM OS PESCADORES E TODOS OS CORAJOSOS DESTE PAÍS!

Xi-Coração querida amiga,
M.

rendadebilros disse...

... se não existissem, tinham que ser inventados... estes bichos raros ... há cada esperto...

E os Bilderbergs... com o destino das nações na mão... e já nem se reúnem secretamnete, já é às claras...

Beijos.

Marreta disse...

Aqui há gato! Gato escondido com o rabo de fora...
Saudações grevistas do Marreta.

P.S. (salvo seja): Tenho lá no meu pasquim uma posta para ti...

Porca da Vila disse...

Samuel,

Já está! Bastou o Governo acenar com dinheiro e acabou-se a greve! Ninguém mais falou do preço dos combustíveis nem da especulação dos intermediários. Acabam por se lixar os pescadores, que nada ganharam com isto, e as benesses vão todas parar ao bolso dos patrões!

Xi Grande

Porca da Vila disse...

Meg,

Estes, os patrões dos pescadores, são uns 'guichos' iguais aos outros. Não era nada que não se esperasse, mas o desfecho desta greve é uma vergonha.

Xi Grande

Porca da Vila disse...

Moriae,

Pelos vistos, os pescadores andaram a fazer o frete aos patrões e estes é que vão abocanhar tudo!

Xi Muito Grande, e que tudo esteja a correr pelo melhor.

Porca da Vila disse...

Renda,

Mas existem, minha amiga. E governam-se, enquanto outros passam dificuldades e dão a cara...

Xi Grande

Porca da Vila disse...

Marreta,

Gato, e graúdo! Para os pescadores acaba por ser bem-feito, que é para começarem a abrir os olhos...

[Já fui, mas voltei desconsolada, que a 'posta' pôs-me a boca em água...]

Xi Grande

rendadebilros disse...

E ainda há pessoas que acreditam na "bondade" de certas afirmações descaradas... vejo logo que devem favores ou aprestam-se para usufruir de alguns...
Boa 5ª feira.
Beijos.

Jorge disse...

Já não percebo nada disto, por isso, não digo nada para não cair em possíveis disparates.

Obrigado pela visita ao Sino. Saudações.

Porca da Vila disse...

Renda,

É assim, lamentavelmente.

Bom fim-de-semana.

Xi Grande

Porca da Vila disse...

Jorge,

O benefício da greve colhido pelos pescadores, os que deram a cara, diz tudo...

Xi Grande

poesianopopular disse...

Amiga PV
Quando os exemplos v�m de cima os oportunistas seguem-se em catadupa!
Abra�o

Carminda Pinho disse...

Porca,
cá pra mim ainda não entendi bem, como é que isto das pescas está a funcionar. Vi os Prós e Contras, e ainda fiquei mais baralhada.
Mas essa dos armadores...é mesmo à "lelo" ahahaha!!!

A propósito, o tal Morais que eu estava a pensar não era esse, o nome é António e foi Presidente ou Director do GEPI, no tempo da outra rosa...:)))

Beijos

Porca da Vila disse...

Manangão,

Pois, e os pescadores assim ficaram uma semana sem trabalhar, sem ganhar um cêntimo, enquanto os patrões esfregam as mãos com a a promessa de dinheiro fácil.

Xi Grande

Porca da Vila disse...

Carminda,

Dinheiro, para os patrões. Ao contrário dos armadores Espanhóis, que apenas querem combustíveis mais baratos para poderem trabalhar, aqui funciona o maldito dinheiro...

Xi Grande

Retratos