A Reserva

Encravada entre a província portuguesa de Trás-os-Montes e a província espanhola de Zamora [Castilla y León], a região da Braganzónia [Braganza+Amazónia] é considerada, como sempre foi pelo Poder [monárquico ou republicano] de Lisboa, uma autêntica Reserva de Índios, reconhecida por qualquer viajante esclarecido como das mais atrasadas da Europa.

Atrasada, abandonada, desprezada, quase renegada e indesejada!

E não poucas vezes espoliada do pouco que já lhe resta para além da genica, do orgulho e da dignidade dos que nela vão sendo ignorados!

Para os Senhores do Poder, a Braganzónia foi sempre um empecilho que apenas dá despesa, poucos impostos e quase nenhuns votos!

Que os interessou apenas enquanto foi preciso recrutar mancebos fortalhudos, habituados à fome e à porrada, para mandar às guerras de África!

A reserva abrange actualmente 106 tribos, agrupadas em 49 zonas de caça dispersas por uma área de 1.173 quilómetros quadrados.

Eram 34.752 os índios que ocupavam esta vasta área em 2001 [trinta por quilómetro quadrado].

Algumas dessas tribos, as da metade Norte da reserva, desde a fronteira espanhola até aos velhos trilhos que ligam Braganza [a tribo maior] à zona Leste de Vinhais [reserva irmã da Braganzónia] e à zona Oeste de Alcañices [reserva espanhola pouco menos desprezada por Madrid], foram há uns anos atrás, sem para tal serem ouvidas e contra-vontade, integradas no Parque Natural de Montesinho.

Transformando-lhes o quotidiano num verdadeiro inferno porque, entre outras coisas, lhes não é sequer permitido cortar livremente a lenha de que são donos para manter o fogo que lhes aquece o corpo durante o Inverno. Que na Braganzónia é rigoroso, faz doer as unhas e gelar os rios!

Agora, cada índio tem que [muito respeitosamente] solicitar aos Senhores do Parque o especial favor de uma autorização para cortar meia dúzia de paus que mal chegam para os gatos tirarem o frio do lombo!

Melhor fora que o tal Poder os abandonasse de vez à sua sorte para livremente poderem decidir o futuro!

14 abril, 2008

Sortes!

Quase uma semana depois, resolveram-se finalmente os meus problemas com a Internet. Ou melhor, com a Telepac! Não por competência daqueles que tinham obrigação de a ter, mas simplesmente porque uma das meninas da loja PT onde hoje resolvi ir ao fim da tarde disposta a torcer o pescoço a alguém era, por sorte, minha conhecida.




Depois de um telefonema para o sítio certo, descansa-me ela dizendo que o problema iria ser resolvido em pouco tempo. Pouco convencida, chego a casa menos de uma hora depois, ligo o computador sem grande esperança, mas... milagre! Já tinha Internet outra vez!

Perceberam?! Eu não!


32 comentários:

poesianopopular disse...

Amiga PV
eu percebi!
Aconteça o que acontecer, isto continua a ser o Pais da "cunha"`.
É inesplicável, e de dífícil compreenção, numa palavra é triste!
E...alguém disse "maldita terra tais filhos tendes", porque seria?
Abraço e...-agora mãos á obra!
José Manangão

samuel disse...

Cara PV

Então não se está mesmo a ver que é uma forma que as empresas e os nossos queridos governantes encontraram para nos incentivarem a cultivar a amizade, a diversificarmos as nossas relações por todas as classes sociais e profissionais, em suma, termos montes de amigos?
É que só não vê quem não quer...
A amiga há-de ir longe, com esse feitio! :)))

Abreijos

MPS disse...

Caríssima PV

Claro que entendi: na vida, quem nos vale não é a razão são os amigos.

Um abraço e um viva à minha amiga PV que já me valeu de muito!

Porca da Vila disse...

Manangão,

É triste, como dizes. Não fosse o acaso de conhecer a rapariga e não teria a questão resolvida tão cedo!

Xi Grande

Porca da Vila disse...

Olá Samuel,

Palavra de honra que se naquele instante apanhasse pela frente o imbecil que do outro lado da linha me disse que o problema não seria difícil de resolver se o 'aparato' tivesse sido comprado numa loja da PT, lhe apertava o pescoço!

Um Xi Grande

Porca da Vila disse...

Olá MPS,

Infelizmente, as coisas cada vez mais funcionam na base de conhecimentos e amizades. Como exemplo, dou-lhe o que se passa aqui no Hospital, que não deve ser muito diferente dos restantes por esse país fora. Um desgraçado que ali chegue com algum problema grave, se não conhecer algum médico ou enfermeira ou alguém que conheça alguém, por ali fica a olhar a cor da pulseira que lhe meteram no pulso durante horas a fio até que se dignem dar-lhe atenção. É triste, mas é assim...

Um Xi Grande

Meg disse...

Minha Amiga,
E sei bem o que é isso, só que ...quando se está msmo aflita,
entra-se pela porta de trás...
Não há solução, principalmente quando a situação se repete frequentemente. Vergonha de dizer isto? Não, Amiga, chamemos-lhe expediente, nã me vou armar em heroína, não tenho condições para esses luxos.

Um Xi um pacinho mortiço.

Olha hoje se te apetecer passar lá tenho uma surpresa de que me orgulho muito. Quero apresentar-vos alguém que me dá a honra de me acompanhar no blogue.

Beijinhos

(A Bielha parece a sarna)

Anônimo disse...

Olá cara amiga Porca:

Não à que ver. Neste malfadado país, tudo, mas mesmo tudo, só funciona por cunha. É lastimável!
Só queria ter uma varinha de condão, para petrificar e lançar nas profundezas do Oceano Pacífico(fossas de Mindanau-10 km de profundidade)a grande maioria daqueles que nos desgovernam agora e nos desgovernaram antes.
Um abraço do amigo

PASTOR TRANSMONTANO

Meg disse...

Amiga, isto é só um teste

Porca da Vila disse...

Olá Meg,

Infelizmente é assim que as coisas funcionam. De outra forma a gente gasta-se de tanto esperar!

Está tudo bem contigo?! Oxalá que sim, e cuidado com a 'bielha', que é danada!

Xi Grande

[já vou passar por lá]

Porca da Vila disse...

Olá Pastor,

Só a de Mindanau não chega! Mesmo que fossem todos da altura do pequeno Mendes, ficava cheia num instante!

Um Xi Grande

Chanesco disse...

Minha cara PV

Este é o exemplo claro do monopólio e catelização. Estão todos combinados. Não há concorrência, o atendimento é o que se queira.
Não sendo um abre latas amigo para dar uma mãozinha e lá se fica com mais o ónus de ter de gastar chamadas para os serviços de atendimento a clientes.

Abraço

Carminda Pinho disse...

Olá Porca!
pois, folguei muito em saber que tens uma amiga na PT. É que se um dia...tás a ver não tás? Lol

Beijos

Porca da Vila disse...

Olá Chanesco,

Enquanto não houver alternativas sérias, não há outro remédio que não seja ir aguentando estas coisas. E eles sabem disso! Fazem o que querem, como querem, e sobra-lhes tempo...

Xi Grande

Porca da Vila disse...

Carminda,

Pois!... Pena que não esteja na administração da PT... Que alguém ia levar um puxão de orelhas!

Xi Grande

rendadebilros disse...

Percebi, percebi... até na PT é preciso ter amigos!!! ou conhecidos ... ou quem dê um jeitinho ... ou quem desbloqueie a coisa...

Beijos.

Rui disse...

Cheguei a temer que fosse pior!
Fico contente!
Quanto ás "cunhas"... nada a
acrescentar!
"Em Roma sê romano mas em Creta nunca sejas "cretino".. dizia o meu avô!"
Prazer em saber que estás bem!
BJ:
Rui V.

meg disse...

Aos amigos comunico que, inesperadamente,
fui obrigada a mudar de residência.
Espero-vos a partir de agora em
Peço desculpa pela forma como o faço
mas se trata de uma emergência que
espero seja a última.
Aproveito para mandar um abraço do
vosso Amigo Romério para todos


E a Meg espera-vos aqui a partir de agora

http://recalcitrantemor.blogspot.com/

Porca da Vila disse...

Olá Renda,

Lamentavelmente é assim. De outra forma as coisas tardam uma eternidade para serem resolvidas.

Xi Grande

Porca da Vila disse...

Olá Rui,

Tinha razão o teu avô. Mas olha que apesar de não estarmos em Creta, cretinos é o que não falta por aí!

Xi Grande

Porca da Vila disse...

Meg!

Não me digas que voltou a haver terramoto aí pelos Allgarves!

Já vou dar uma olhada.

Xi Grande

Jorge P.G Sineiro disse...

Ora aí está um bom tema para um livro :
"A importância de ter como amiga uma menina da PT", com dedicatória especial, naturalmente, aos quadros superiores da empresa...

Isto é que vai um arremedo de país!

Abraço.

meg disse...

Porca Amiga

Aos amigos comunico que, inesperadamente,
fui obrigada a mudar de residência.
Peço desculpa pela forma como o faço
mas se trata-se de uma emergência
espero seja a última.

Aproveito para mandar um abraço do
vosso Amigo Romério para todos


E a Meg espera-vos aqui a partir de agora

http://recalcitrantemor.blogspot.com/


Um grande XI PA TI

Porca da Vila disse...

Jorge,

E o título bem podia ser: 'Os Filhos da PT'...

Xi Grande

Marreta disse...

Algum milagre. Ou algum raio bem direccionado.
Saudações do Marreta.

Porca da Vila disse...

Marreta,

Eu, em milagres, não acredito. Acredito é nos tais 'sítios certos' para telefonar, que eles sabem e nós não!

Xi Grande

India disse...

estás no interior profundo!!! lol tudo é possivel

Porca da Vila disse...

India,

É isso mesmo!

Grata pela tua passagem aqui na Reserva, que presumo ser a primeira.

[Imagino que sejas de outra tribo que não esta... Será?!]

Xi Grande

meg disse...

Amiga Porca,
Cá estou, depois de duas noites sem ir à cama para dar seguimento à Meg no recalcitrantemor.blogspot.com.

Consegui, com a impressionantes solidariedade de amigos e desconhecidos, ganhar força para publicar 3 humildes posts para oferecer acácias rubras e muita amizade aos amigos e a todos os que me fizeram chegar emails, e ao mesmo tempo deixar a história suja lá para os "fundos do blogue". Como não está à vista, só quem quiser saber o que se passou é que vai lá.

E por falar em mail, ficaram todos nos destroços, o teu inclusivé.

Como fiquei sem contas tive de abrir uma conta mrgrd.gms@gmail.com

UM XI ESPECIAL PA TI

Desculpa, hoje não dá para comentar, querida PV

Porca da Vila disse...

Olá Meg,

Vai com calma, que o mundo não acaba hoje. Interessa é que estejas bem. O resto, o tempo tudo compõe.

[O meu mail está no alto da página — porcadavila@gmail.com ]

Um Xi Grande

TINTA PERMANENTE disse...

Dizia-me eu cliente da Telepac; digo-me eu(agora que sou um recente ex-Telepac...) que estava errado: era, antes... 'benfeitor'!

abraço!

Porca da Vila disse...

Tinta Permanente,

É um pouco isso, mas por agora não há soluções melhores por aqui.

Grata pela visita, que suponho ser a primeira.

Xi Grande

Retratos