A Reserva

Encravada entre a província portuguesa de Trás-os-Montes e a província espanhola de Zamora [Castilla y León], a região da Braganzónia [Braganza+Amazónia] é considerada, como sempre foi pelo Poder [monárquico ou republicano] de Lisboa, uma autêntica Reserva de Índios, reconhecida por qualquer viajante esclarecido como das mais atrasadas da Europa.

Atrasada, abandonada, desprezada, quase renegada e indesejada!

E não poucas vezes espoliada do pouco que já lhe resta para além da genica, do orgulho e da dignidade dos que nela vão sendo ignorados!

Para os Senhores do Poder, a Braganzónia foi sempre um empecilho que apenas dá despesa, poucos impostos e quase nenhuns votos!

Que os interessou apenas enquanto foi preciso recrutar mancebos fortalhudos, habituados à fome e à porrada, para mandar às guerras de África!

A reserva abrange actualmente 106 tribos, agrupadas em 49 zonas de caça dispersas por uma área de 1.173 quilómetros quadrados.

Eram 34.752 os índios que ocupavam esta vasta área em 2001 [trinta por quilómetro quadrado].

Algumas dessas tribos, as da metade Norte da reserva, desde a fronteira espanhola até aos velhos trilhos que ligam Braganza [a tribo maior] à zona Leste de Vinhais [reserva irmã da Braganzónia] e à zona Oeste de Alcañices [reserva espanhola pouco menos desprezada por Madrid], foram há uns anos atrás, sem para tal serem ouvidas e contra-vontade, integradas no Parque Natural de Montesinho.

Transformando-lhes o quotidiano num verdadeiro inferno porque, entre outras coisas, lhes não é sequer permitido cortar livremente a lenha de que são donos para manter o fogo que lhes aquece o corpo durante o Inverno. Que na Braganzónia é rigoroso, faz doer as unhas e gelar os rios!

Agora, cada índio tem que [muito respeitosamente] solicitar aos Senhores do Parque o especial favor de uma autorização para cortar meia dúzia de paus que mal chegam para os gatos tirarem o frio do lombo!

Melhor fora que o tal Poder os abandonasse de vez à sua sorte para livremente poderem decidir o futuro!

10 setembro, 2007

O Mistério

Para memória futura, e em face do inegável interesse histórico de vários documentos que nos dão conta das peripécias que antecederam a concessão da Bula "Imacculata Porcina", cuja data hoje se comemora na Braganzónia, e que a minha querida amiga e conterrânea 'MPS' conseguiu ter pachorra para traduzir do original em 'Brègancês', aqui se torna público um breve resumo dos acontecimentos mais relevantes aí relatados...

[Que alguns historiadores situam na época das questiúnculas havidas entre um tal Afonso Henriques e o papa Alexandre III. O que é uma redonda mentira, como todos sabemos! Até porque o mouro Cavaco, referido nos cronicões, só muito mais tarde haveria de ser parido nos Allgarves...]



As Histórias narradas nos cronicões achados na cisterna da Domus Municipalis e que a Porca da Vila cispou da mão larápia que se preparava para lhes dar sumiço contam-nos o processo da obtenção da bula que ora nos foi apresentada.

Diz-se, então, que há já muito tempo porfiava a rainha para que o papa lhe nomeasse bispos, ao que este se escusava e, ao contrário, enviava admoestações. Um dia, após mais uma peleja contra os mouros do Sul, a rainha deu de caras com Roberto Leal e perguntou-lhe:

— "Tu sabes rezar missa?"

— "Sei!"

— "Então meu bispo serás!"

A notícia deste feito chegou breve a Roma e o papa, envenenado pelas vozes dos inimigos da Braganzónia, enviou ao reino um bispo seu emissário, juntamente com um seu sobrinho, a fim de mostrar à rainha que devia submeter-se.

Quando o bispo e o sobrinho do papa chegaram a Quintanilha, disso foi dada notícia à rainha que foi dizendo:

— "Mulher não serei eu se lhe não cortar a mão que me estender para lha beijar!"

Tais palavras soube-as o bispo que se encheu de medo e já queria fugir, mas a rainha mandou que o buscassem, e também ao sobrinho do papa. Na torre de menagem do castelo da Braganzónia, a rainha mandou que todos saíssem e ficou-se a sós com o bispo que se mostrava possuído de grande temor. Aos poucos, a rainha foi-se despindo, deixando que o seu corpo nu mostrasse todos as cicatrizes das pelejas que travara contra a moirama. E ia dizendo enquanto apontava:

— "Estás a ver esta? Ganhei-a na guerra contra o mouro Cavaco para lhe arrancar o IP4!

E assim continuou por muito tempo, pois as marcas que tinha eram em grande quantidade. E terminou dizendo:

— "Depois de ceares e dormires partirás para contar ao senhor papa como eu sou boa cristã e que não há povo mais fiel do que o da Braganzónia!"

O bispo ceou e deitou-se, mas não dormiu. Ainda a noite não terminara, excomungou a terra e deu à sola, ele e o sobrinho do papa.

Assim que soube disto, a rainha ficou enraivecida e foi no encalço dos fugitivos. Foi achá-los em Rebordaínhos, acoitados atrás da Torre Queimada. A sua vontade era matá-los logo ali, mas a razão ditou-lhe outro procedimento e disse assim contra o bispo:

— "Tu, bispo, vais para Roma dar o meu recado ao papa. Diz-lhe, também, que guardo comigo o seu sobrinho. Ele que me mande a bula no prazo de quinze dias. Se o não fizer, cá darei sepultura ao rapaz!"


Tradução de ' MPS '

23 comentários:

Rendadebilros disse...

Não me digas que o papa nem quis saber de nada... e é por isso que a Braganzónia se tornou independente cheia de maravilhas que ninguém conseguiu adulterar porque longe ficavam...
( Bonito jogo de palavras... o teu... exactamente isso - com um tempo tão bonito e eu enredada em papelada!

Boa semana. Beijos.

J.G. disse...

Agora, sim, fiquei esclarecido e descansado!

Porca da Vila disse...

Olá RendaDeBilros,

O papa não foi 'esquerdo' a despachar a bula, porque senão quem era despachado era o sobrinho!

Um Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá Jorge,

Então tu, cidadão honorário da Braganzónia, duvidavas?!...

Um Xi da Porca

MPS disse...

É para que se veja de que fibra são feitos os heróis!

Um abraço

Rendadebilros disse...

Se aquelas tais pessoinhas ( do tal desporto que nós sabemos) não andassem tão preocupadas com gel e cabelinhos e tal e poses e etc... outro galo cantaria...

Não ligues ao que digo que os papéis trazem-me louca!
beijos.

Moriae disse...

Olá querida amiga! Peço desculpa por ser a despropósito mas ... queria dizer olá e 'tou tão cansadita que num consigo comentar nada ... [ando a tentar caçar uns ladrões e eles estão em maioria pelo que é ver quem resiste!!!]

bjinhos :)

Porca da Vila disse...

Olá MPS,

Eram!... Os heróis deste século são os bancos e os Constâncios deste mundo que gira apenas em volta do maldito dinheiro...

Um Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá RendadeBilros,

Esperemos que logo à noite a 'selecção do gel' não borre a pintura com mais um empate. Nisso sempre fomos especialistas... em empatar!

Um Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá Moriae,

Dá-lhes caça! Não os poupes!

Um Xi da Porca

Meg disse...

Afinal fala-se do papa ou da selecção do gel?
DO papa não sei nada, e da selecção, prognósticos... só no fim do jogo, logo.

Um xi pa ti

Moriae disse...

Excelente som, amiga! Olha, o que achas do Sinistro Mor andar em propaganda pelas escolas?

;) [pequena provocação :)]
Bjinhos!

Laurentina disse...

Porca,

Passei para te dizer que deixei AMIZADE para ti lá na minha palhota.

Beijão grande

Menina do Rio disse...

Ao menos deixou de ser mistério...

Um beijo

Porca da Vila disse...

Olá Meg,

A selecção do gel... gelou-nos a todos! Outra vez!

Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá Moriae,

Estou a 'trabalhar' uma imagem para isso...

Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá Laurentina,

Obrigada. Daqui a pouco passo por lá.

Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá Menina do Rio,

Enviei-te a tradução do 'Manulico' para o endereço: s.sveronica@gmail.com
Não sei se recebeste!

Um Xi da Porca

Moriae disse...

:)

Moriae disse...

Excelente!!! Só podia! E não poderia dizê-lo com esta alegria lá :)

Tu sabes!
Bjinho :)

Rendadebilros disse...

Continuamos a empatar ... soma e segue... agora já ando mais calma em relação à papelada... para poder andar a passear pelos blogues amigos...

Bom fim de semana.

Porca da Vila disse...

Olá RendaDeBilros,

Não te enerves com os papéis. Afinal não passam disso... papéis!

Um Xi da Porca

Carminda Pinho disse...

Lol!
Beijinhos e boa semana.
Veremos ainda como acaba esta. :)

Retratos