A Reserva

Encravada entre a província portuguesa de Trás-os-Montes e a província espanhola de Zamora [Castilla y León], a região da Braganzónia [Braganza+Amazónia] é considerada, como sempre foi pelo Poder [monárquico ou republicano] de Lisboa, uma autêntica Reserva de Índios, reconhecida por qualquer viajante esclarecido como das mais atrasadas da Europa.

Atrasada, abandonada, desprezada, quase renegada e indesejada!

E não poucas vezes espoliada do pouco que já lhe resta para além da genica, do orgulho e da dignidade dos que nela vão sendo ignorados!

Para os Senhores do Poder, a Braganzónia foi sempre um empecilho que apenas dá despesa, poucos impostos e quase nenhuns votos!

Que os interessou apenas enquanto foi preciso recrutar mancebos fortalhudos, habituados à fome e à porrada, para mandar às guerras de África!

A reserva abrange actualmente 106 tribos, agrupadas em 49 zonas de caça dispersas por uma área de 1.173 quilómetros quadrados.

Eram 34.752 os índios que ocupavam esta vasta área em 2001 [trinta por quilómetro quadrado].

Algumas dessas tribos, as da metade Norte da reserva, desde a fronteira espanhola até aos velhos trilhos que ligam Braganza [a tribo maior] à zona Leste de Vinhais [reserva irmã da Braganzónia] e à zona Oeste de Alcañices [reserva espanhola pouco menos desprezada por Madrid], foram há uns anos atrás, sem para tal serem ouvidas e contra-vontade, integradas no Parque Natural de Montesinho.

Transformando-lhes o quotidiano num verdadeiro inferno porque, entre outras coisas, lhes não é sequer permitido cortar livremente a lenha de que são donos para manter o fogo que lhes aquece o corpo durante o Inverno. Que na Braganzónia é rigoroso, faz doer as unhas e gelar os rios!

Agora, cada índio tem que [muito respeitosamente] solicitar aos Senhores do Parque o especial favor de uma autorização para cortar meia dúzia de paus que mal chegam para os gatos tirarem o frio do lombo!

Melhor fora que o tal Poder os abandonasse de vez à sua sorte para livremente poderem decidir o futuro!

28 dezembro, 2007

Miragens

"A Federação das Indústrias Portuguesas Agro-Alimentares [FIPA] estima que em 2008 os portugueses pagarão entre 5 a 10 por cento a mais pelos chamados produtos industriais [onde se incluem todos os exemplo citados, excepto o pão que, segundo o Diário Económico, vai sofrer um aumento de 30 por cento]."

in ' Público '


"A decisão de enterrar linhas de alta tensão para satisfazer as reivindicações dos que temem danos graves na saúde levará a um aumento do preço da electricidade. Embora o valor das tarifas seja determinado pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos [ERSE], a Redes Energéticas Nacionais [REN], empresa que garante o transporte de electricidade, estima que, num pior cenário, a totalidade da rede enterrada represente um agravar da factura em 40 por cento."



"Os lacticínios encontram-se entre os produtos de primeira necessidade que maior aumento de preços sentiram nos últimos meses. Uma tendência que, de acordo com vários agentes do sector, será para se manter, até porque os factores que originaram a subida continuam a verificar-se. O custo de um pacote de leite cresceu, em média, 12 por cento, a manteiga 11 e o queijo 5."



"O fecho dos Serviços de Atendimento Permanente [SAP] e a diminuição das comparticipações do Serviço Nacional de Saúde [SNS] em medicamentos e meios de diagnóstico e terapêutica vão permitir ao Ministério da Saúde poupar, pelo menos, 330 milhões de euros em 2008."





Não é fácil um povo ter alegria e manter viva a esperança num futuro melhor, enquanto no seu próprio país o cidadão representar pouco mais do que um número de contribuinte. Ou um simples voto, apenas e quando alguns dele precisam...

Assim vamos sonhando, e desejando a todos um bom ano novo, apesar de todos estarmos fartos de saber que mais uma vez não vai ser assim, que daqui a um ano os ricos estarão ainda mais ricos e que os pobres estarão ainda mais pobres, e que o verde daquela bandeira que anda aí pela rua em dias de bola ou de votos não passa de uma mentira...

E persistimos na ilusão de dias melhores, de maior justiça social, de melhores condições de vida e trabalho, de educação e saúde para todos de igual forma, de honestidade e decência políticas...

Embora com cada vez menor esperança no futuro, que 2008 traga pelo menos, qual miragem, um pouco mais de saúde, pão, paz e amor. Por esta ordem, se possível...

Tenham um Bom Ano Novo.

Um Xi Grande


29 comentários:

MPS disse...

Está visto que a mensagem de Natal do Primeiro Ministro lhe cheirou a azedo! Também a mim e, creio, a todos os portugueses, menos à meia dúzia que continua a aboletar-se na manjedoura.

Faço meus os seus votos e a ordem deles.

Um abraço

Margarida disse...

É isso tudo ...

Bjo,
M.

Porca da Vila disse...

Olá MPS,

O [mau] cheiro é tão forte que já nem aqui na Reserva se aguenta, e a mensagem de Natal do senhor Sócrates acabou por me dar 'volta à tripa'!

Antes do 'foguetório' pré-eleitoral de 2009, palpita-me que vamos ter um 2008 de grandes decepções...

Um Bom Ano, e um Xi Muito Grande

Porca da Vila disse...

Olá Margarida,

Óptimo, o 'visual' novo!

Que seja também óptimo para ti o 2008 que aí vem, com tudo de bom.

Um Xi Muito Grande

Marreta disse...

Caros concidadãos blogosféricos,


ano novo, vida nova.


Dentro do espírito fraterno que nos une, o Marreta, juntamente com uma comissão de festas independente a eleger, propõe-se organizar um repasto-regabofe-farra gastronómica de confraternização, troca de ideias, ideais, e puro convívio degustativo e copofónico.


A localização do evento será escolhida com o acordo da generalidade dos comensais, no entanto o Marreta poderá desde já adiantar dois menús possíveis que de certo irão ao encontro dos diferentes gostos pessoais:


MENÚ 1:


- HORS D'OEUVRES:Pâté au trouffes
- SOPA: Consumé de perdiz
- PRATOS: Chateaubriand, Tornedó au molho de Bérnaise
- VINHO: Bordeaux tinto 1935
- SOBREMESA: Creme de frutas e cassis
- Café
- Whiskye Cardhu 50 anos


Preço: 100 euros/pax




MENÚ 2:


- ENTRADA: Pézinhos de coentrada, salada de orelha de porco, torresmos, azeitonas e tremoços
- SOPA: Caldo de beldroegas
- PRATOS: Grão com mão de vaca, Feijoada à Transmontana, Jaquinzinhos fritos com arroz de pimentos
- VINHO: Tinto a jarro, branco à pressão (origem e ano desconhecidos)
- SOBREMESA: Fruta da época, Baba de Camelo
- Café
- Bagaço caseiro, aguardente de medronho directamente do produtor


Preço: 9,50 euros/pax




Agradece-se a quem estiver interessado em comparecer que confirme o mais antecipadamente possível (através da caixa de comentários do blog), pois devido à previsivel enorme afluência, a reserva do restaurante terá que ser feita com alguma antecedência.


Aceitam-se sugestões de locais, restaurantes, ementas, datas e tudo o que por bem contribuir para o sucesso da grande farra.


A bem da blogosfera,
o Marreta.

Mocho-Real disse...

Saúde pão paz e amor!

Dizes bem!

Sei que não vai ser como desejamos mas, por vezes, o jogo do faz-de-conta é que nos vai mantendo um sorriso nos lábios.

Um abraço e os desejos de que o balanço, no fim de 2008, possa ser positivo para ti e os teus queridos.
É o mesmo que desejo para mim e os meus.

Meg disse...

Minha amiga Porca,

Que te hei-de dizer sobre o post senão que concordo em absoluto com cada palavra tua...
Mas, bem diz o Jorge, como sabemos o que nos espera, resta-me desejar-te, que a nível pessoal, o ano te traga o que mais desejares e... a ordem é arbitrária, desde que sejam coisas boas.

UM GRANDE XI PARA TI

Kaotica disse...

Porca e restantes branganzónios

Desejo a toda a equipa um excelente 2008

Abraços!

Carminda Pinho disse...

Amiga,
eu, para que não me estragasse o Natal, não vi nem li o tal de provinciano que veste "Prada".
Adelante...venho desejar-te um Bom Ano Novo que tenhas muita saúde Paz e Amor, áh... e algum dinheirito, já agora...dá jeito não é? :)

Beijinhos

Porca da Vila disse...

Olá Marreta,

Bela ideia, e eu bem gostava de ir, mas a distância é muita. Ida e volta são mil quilómetros!

Que tenham todos um Bom Ano Novo.

Um Xi Grande

Porca da Vila disse...

Olá Jorge,

Façamos então de conta que para o ano vai ser melhor...

Um Xi Grande e um Feliz Ano Novo

Porca da Vila disse...

Olá Meg,

Que 2008 te traga tudo de bom.

Um Xi Muito Grande

Porca da Vila disse...

Olá Kaotica,

Um Bom Ano Novo para ti também, cheio daquilo que tu quiseres.

Um Xi Grande

Porca da Vila disse...

Olá Carminda,

Pois... o problema é que com as subidas de preços que se anunciam para o próximo ano, não há 'dinheirito' que resista!

Que tenhas um Ano Novo Feliz

Um Xi Grande

Ka disse...

Cara Amiga Porca,

Um ano de 2008 muito BOM cheio de saúde e paz...de preferência azul :)))

Um xi da ka

Puro Arábica disse...

Um abraço e um belíssimo ano também para ti!

Amadeu disse...

Cara amiga Porca da Vila,

Que l anho de 2008 seia un anho de salude para ti: se la tubires, sei-lo you que porqui bou bendo la tue fuorça, has de cunseguir todo l que quieres.
Pul to l anho de 2008 cuntinaremos a ir passando porqui para ber cumo l tou cantico cuntina a relhampar, seia an mirandés seia an pertués.

Un chi bien grande
Amadeu Ferreira

Porca da Vila disse...

Olá Ka,

Que 2008, nem que outra coisa não seja, seja pelo menos... AZUL!

Um Xi Grande

Porca da Vila disse...

Olá 'pessoal' do 'Puro Arábica',

Um Bom 2008 para vocês.

Um Xi Grande

Porca da Vila disse...

Olá Amadeu Ferreira,

Obrigada pelo apoio. Pela minha parte, fica já prometido que o 'Braganzónia' irá ser, em 2008, ainda mais Mirandés do que foi em 2007.

Um Xi Grande da 'Cochinica'

MPS disse...

Cara PV

Em mirandês ou não, a verdade é que este seu pelourinho me faz falta!

Um abraço

rendadebilros disse...

O ano termina e começa com notícias pouco animadoras. Cada um tem que ir buscar a energia e a esperança ... nem se sabe onde... Saúde e pouquinhos papéis...
Beijos.

Marreta disse...

...ou como eu digo: Ano novo, vida velha. Não há melhoras.
Saudações do Marreta.

Porca da Vila disse...

Olá MPS,

Curiosamente, 'Pelourinho' esteve para ser o nome deste 'blog', por analogia com a coluna habitualmente publicada na última página de um jornal local já desaparecido, 'O Cardo', onde de forma acutilante escrevia e assinava como 'Porca da Vila' o seu fundador, também já desaparecido.

Só não se chamou assim porque o nome não estava disponível no 'Blogger'. Já está a ver onde fui buscar o meu 'nickname'!

Um Xi Grande

Porca da Vila disse...

Olá Renda,

As perspectivas para este ano são muito fracas. Vão obrigar-nos a apertar o cinto até mais não para em 2009 fazerem umas habilidades antes das eleições!

Um Xi Grande

Porca da Vila disse...

Olá Marreta,

Não só não há melhoras, como a tendência é para piorar!

Um Xi Grande

MPS disse...

Cara PV

Nesse caso, o primeiro "berrão" deixou o testemunho bem entregue!

Um abraço

Porca da Vila disse...

Olá MPS,

Obrigada pelo elogio, mas o anterior, que era da área das Letras, escrevia bem melhor do que eu.

Talvez o tenha conhecido ou dele ouvido falar. Era o Dr. Fernando Subtil, que foi professor no Liceu de Bragança.

Um Xi Grande

MPS disse...

Só ouvi falar, porque o meu liceu foi feito em Lisboa.

Um abraço

Retratos