A Reserva

Encravada entre a província portuguesa de Trás-os-Montes e a província espanhola de Zamora [Castilla y León], a região da Braganzónia [Braganza+Amazónia] é considerada, como sempre foi pelo Poder [monárquico ou republicano] de Lisboa, uma autêntica Reserva de Índios, reconhecida por qualquer viajante esclarecido como das mais atrasadas da Europa.

Atrasada, abandonada, desprezada, quase renegada e indesejada!

E não poucas vezes espoliada do pouco que já lhe resta para além da genica, do orgulho e da dignidade dos que nela vão sendo ignorados!

Para os Senhores do Poder, a Braganzónia foi sempre um empecilho que apenas dá despesa, poucos impostos e quase nenhuns votos!

Que os interessou apenas enquanto foi preciso recrutar mancebos fortalhudos, habituados à fome e à porrada, para mandar às guerras de África!

A reserva abrange actualmente 106 tribos, agrupadas em 49 zonas de caça dispersas por uma área de 1.173 quilómetros quadrados.

Eram 34.752 os índios que ocupavam esta vasta área em 2001 [trinta por quilómetro quadrado].

Algumas dessas tribos, as da metade Norte da reserva, desde a fronteira espanhola até aos velhos trilhos que ligam Braganza [a tribo maior] à zona Leste de Vinhais [reserva irmã da Braganzónia] e à zona Oeste de Alcañices [reserva espanhola pouco menos desprezada por Madrid], foram há uns anos atrás, sem para tal serem ouvidas e contra-vontade, integradas no Parque Natural de Montesinho.

Transformando-lhes o quotidiano num verdadeiro inferno porque, entre outras coisas, lhes não é sequer permitido cortar livremente a lenha de que são donos para manter o fogo que lhes aquece o corpo durante o Inverno. Que na Braganzónia é rigoroso, faz doer as unhas e gelar os rios!

Agora, cada índio tem que [muito respeitosamente] solicitar aos Senhores do Parque o especial favor de uma autorização para cortar meia dúzia de paus que mal chegam para os gatos tirarem o frio do lombo!

Melhor fora que o tal Poder os abandonasse de vez à sua sorte para livremente poderem decidir o futuro!

25 julho, 2007

Rádio Liberdade


Escreve Manuel Alegre, em artigo publicado no 'Público', que no Partido Socialista sempre existiu crítica e contestação, e gente sem medo de 'dizer o que pensa'. Ao contrário do que agora se passa, por haver dentro do partido 'medo de pensar pela própria cabeça' e 'medo de discordar'.

Considerando estar criado um 'clima' favorável ao aparecimento de 'comportamentos com raízes profundas' em Portugal, 'desde os esbirros do Santo Ofício' aos 'bufos da PIDE', aponta o dedo aos desgovernos do Governo. Da 'progressiva destruição' do Serviço Nacional de Saúde à privatização planeada para 'sectores estratégicos como a electricidade, a água e o ensino superior'.

Este é o Manuel Alegre que nos anos sessenta defendia a liberdade numa rádio proibida com o mesmo nome. Que naquela época tinha de ser escutada com o 'transistor' bem encostado à orelha, não fosse andar por ali a rondar-nos a porta de casa algum esbirro da PIDE.

Manuel Alegre, no Portugal de Abril, arrisca-se a ser escorraçado do Partido Socialista. Por pensar. Por discordar. Por não lamber o cú ao chefe. E a ter que voltar de novo a Argel, e retomar as emissões clandestinas da 'Rádio Liberdade'...


27 comentários:

Carminda Pinho disse...

Manuel Alegre é neste momento a única voz que dentro do PS diz aquilo que pensa.
Não creio que o Sócrates cometa o hara-kiri de tentar escorraçá-lo.

Bjs

Porca da Vila disse...

Olá Carminda,

Claro que é sempre um risco muito grande tocar em alguém como o Manuel Alegre! Mas olha que não sei! Vai depender muito das sondagens que agora se vão fazendo quase a diário, e das instruções do 'padrinho' [Almeida Santos] que para mim, é quem determina o 'modus operandi' do Zé Sócrates...

Xi da Porca

Meg disse...

Mas não haverá mais nenhum "Manuel Alegre" no PS? E os outros? Ou foram todos reciclados para este novo socialismo(?).
Eu acho é que este socialismo é muito portátil... tanto se mete na gaveta, como se torna desvairado, perdendo até a identidade, como se vê...

Um abraço

Porca da Vila disse...

Olá Meg,

Esta 'caça às bruxas' que se vive hoje no país, a fazer lembrar os tempos da PIDE, é muito pior no interior do partido, onde a corja do Almeida Santos, Mário Soares e Companhia tem toda a gente perfeitamente 'acagatada' e debaixo de olho!

Xi da Porca

Carminda Pinho disse...

Amiga viste como o ingenheiro correu logo para os braços do Ricardo Costa para dar uma entevista de última hora?
Viste como os jornalistas deixaram cair as perguntas que podiam ser incómodas?
Quantos Manueís Alegres precisará este País?
Acho que isto só lá vai com as Marias porque aqueles gajos não têm tomates.

Bjs

Porca da Vila disse...

Olá Carminda,

Por muito que tente lavar a imagem com estas pantominas, acho que o Zé já enganou quem tinha que enganar, e que daqui para a frente vai ser sempre a descer...

Xi da Porca

Luikki disse...

segundo o falso engenheiro tudo está bem no país das maravilhas....

Porca da Vila disse...

Olá Luikki,

Para ele está! Os outros que se lixem!... E quem não estiver bem que vá para Espanha!

Xi da Porca

Rendadebilros disse...

Eu acho que jotinhas e afins não tão jotinhas gostam da bota pesada... e antes que lhas ponham em cima... rebaixam-se eles.
Nota: se venho à "tua" reserva directamente do comment , entro na casa em construção; se venho do link no meu sítio, entro aqui... que engraçado!
Estou assim a dar os beijinhos ( ihihih) antes de ir para férias ( dia 30) ; é que , agora a família resolveu vir visitar-me precisamente neste fim de semana, em que ando a "varrer" a csa e a fazer a mala...
Ah sobre as tuas fotos: essas maravilhas que pões aí ao lado a andar como um filme são daquelas famosas máquinas? Isto é um luxo.

Porca da Vila disse...

Olá RendaDeBilros,

Devo ter deixado alguma 'porta' mal fechada no 'dark side'... HeHe!

Já percebi como vais lá parar a partir da tua caixa de comentários: No meu perfil aparecem dois blogs com o mesmo nome, não é? O que tem 'colaboradoras' é o verdadeiro, o outro é o das 'obras'!

As fotos do Parque de Montesinho que estão a rolar não são minhas. Estou à espera do Outono, que é quando as árvores ficam com uma variedade enorme de cores, para fazer uma série delas para as substituir.

Estás então quase de partida para férias com a tua Princesa! Pois que sejam óptimas.

Um Xi da Porca

Antonio Delgado disse...

o Manue Alegre ainda é uma voz contracorrente no PS contra a anestesia geral...chapeau ao poeta.

Um abraço
Antonio Delgado

Sophiamar disse...

Leiam a entrevista de António Arnaut na Visão deste fim-de-semana.
Quanto a Manuuel Alegre mantém-se igual a si próprio. Espero que por cá continue por muitos anos.

Beijinhos

Porca da Vila disse...

Olá Antonio Delgado,

Que o Sócrates tentou logo fazer passar ao lado com a entrevista/propaganda que fez na SIC.

Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá sophiamar,

Seria bom é que a intervenção do Manuel Alegre fosse mais no Parlamento e dentro do PS do que na imprensa.

Xi da Porca

[grata pela sua visita. A primeira aqui à Reserva, suponho]

Moriae disse...

O Manuel Alegre, fala fala ... mas depois, abraça como se nada fosse e remete-se para o seu confortável lugar.
Cada vez mais penso que a juventude, para alguns e com as qualidades que lhes admiramos, passa com a idade. Isto e outras coisas ... E porque nem todos somos assim, não nos deixemos seduzir por "desabafos" de quem poderá querer ou pretender limpar ou amenizar a sua consciência.

bjo, querida Porca

Porca da Vila disse...

Olá Moriae,

Podia ser bem diferente, mas este Manuel Alegre já pouco tem que ver com o dos tempos da 'Rádio Liberdade'...

É o problema do tal lugar confortável, a que acabou por se acomodar!

Xi da Porca

Moriae disse...

é uma vergonha, não é? Acho que as minhas férias vão acabar antes do seu início!

bjo, P.

Rendadebilros disse...

Beijos e boas férias!

Voltarei a 15 de Agosto, não me esqueças!

Porca da Vila disse...

Olá Moriae,

A 'cambada' não merece que estragues as férias.

Que sejam boas.

Um Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá RendaDeBilros,

Claro que não esqueço!

Que tenhas umas boas férias com a tua Princesa.

Um Xi Grande para as duas

Sonhadora disse...

Ouvia-se nos tempos de antanho e ouve-se agora com todo o gosto.
De frias, mas pensando nos amigos, passei para deixar beijinhos embrulhados em abraos.

Moriae disse...

Porca, férias era metáfora i.e. retirei-me de me ter retirado, se é que tal faz sentido.
Agora há-que cozinhar o modo melhor para intervir. Não lhes podemos dar descanso (apesar de termos a obrigação de nos mantermos minimamente descansados ou "whatever")
Como sempre, mantens-te atenta, activa e solidária.

Bjinho, amiga

Moriae disse...

Esqueci-me de dizer ;) Boa música!!! Thank's!
Jis,
M.

Porca da Vila disse...

Olá sonhadora,

Ouve-se, mas pouco...

Grata pela tua visita. Que passes umas boas férias.

Um Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá Moriae,

É bom parar de vez em quando para carregar as 'pilhas', e ainda bem que a 'retirada' foi apenas um breve descanso.

Mesmo de férias, os nossos políticos não vão parar de dar-nos matéria para lhes puxarmos os orelhas!

Um Xi da Porca

J.G. disse...

Só me admiro de ainda o não terem corrido!

O facto de nunca terem levado muito a sério o Manuel, visto como um poeta e não como político, é que ainda faz com que se mantenha lá dentro!
Acham que ninguém o ouve...

Um bjnh.

Porca da Vila disse...

Olá Jorge,

Bom! Sempre ajuda à decoração da sala da Assembleia!

Xi da Porca

Retratos