A Reserva

Encravada entre a província portuguesa de Trás-os-Montes e a província espanhola de Zamora [Castilla y León], a região da Braganzónia [Braganza+Amazónia] é considerada, como sempre foi pelo Poder [monárquico ou republicano] de Lisboa, uma autêntica Reserva de Índios, reconhecida por qualquer viajante esclarecido como das mais atrasadas da Europa.

Atrasada, abandonada, desprezada, quase renegada e indesejada!

E não poucas vezes espoliada do pouco que já lhe resta para além da genica, do orgulho e da dignidade dos que nela vão sendo ignorados!

Para os Senhores do Poder, a Braganzónia foi sempre um empecilho que apenas dá despesa, poucos impostos e quase nenhuns votos!

Que os interessou apenas enquanto foi preciso recrutar mancebos fortalhudos, habituados à fome e à porrada, para mandar às guerras de África!

A reserva abrange actualmente 106 tribos, agrupadas em 49 zonas de caça dispersas por uma área de 1.173 quilómetros quadrados.

Eram 34.752 os índios que ocupavam esta vasta área em 2001 [trinta por quilómetro quadrado].

Algumas dessas tribos, as da metade Norte da reserva, desde a fronteira espanhola até aos velhos trilhos que ligam Braganza [a tribo maior] à zona Leste de Vinhais [reserva irmã da Braganzónia] e à zona Oeste de Alcañices [reserva espanhola pouco menos desprezada por Madrid], foram há uns anos atrás, sem para tal serem ouvidas e contra-vontade, integradas no Parque Natural de Montesinho.

Transformando-lhes o quotidiano num verdadeiro inferno porque, entre outras coisas, lhes não é sequer permitido cortar livremente a lenha de que são donos para manter o fogo que lhes aquece o corpo durante o Inverno. Que na Braganzónia é rigoroso, faz doer as unhas e gelar os rios!

Agora, cada índio tem que [muito respeitosamente] solicitar aos Senhores do Parque o especial favor de uma autorização para cortar meia dúzia de paus que mal chegam para os gatos tirarem o frio do lombo!

Melhor fora que o tal Poder os abandonasse de vez à sua sorte para livremente poderem decidir o futuro!

05 julho, 2007

Atrasada!...


"Há pessoas que têm opinião diferente da minha e, felizmente, vivemos em democracia e num país onde cada um pode dizer o que quer... Nos locais apropriados, nos locais apropriados - não tenhamos vergonha de dizer isto. Eu sou secretária de Estado Adjunta e da Saúde e não posso estar aqui a dizer mal do Governo. Aqui! Mas se estiver em minha casa - garanto que não acontece... - se estiver na minha casa, na casa... nas nossas casas, na esquina do café e com os nossos amigos podemos dizer aquilo que queremos."

[Declarações públicas de Carmen Madalena da Costa Gomes e Cunha Pignatelli, Secretária de Estado Adjunta e da Saúde]


Alguém diga a esta atrasada, que corre o ano de 2007. Alguém diga a esta atrasada, que o que ela pensa era normal acontecer mas noutro tempo que ela até, pela idade, tem obrigação de conhecer bem. Alguém diga a esta atrasada, que esse tipo de coisas acabaram neste país no dia 25 de Abril de 1974. Alguém diga a esta atrasada, que a liberdade de expressão e de opinião é um direito do POVO, consignado na Constituição da República Portuguesa. Do POVO, não apenas da classe 'cor-de-rosa'!

14 comentários:

Menina do Rio disse...

Como vós dizeis aí, és uma Porca muito fixe!
Ah, o Jorge. Eu o conheci, quer dizer virtualmente, porque nos esbarramos disputando um selinho amarelo, rs...Como já estava cheia de prêmios na semana (agenda lotada, rs...) fquei na surdina e deixei o barco correr por águas do mar do norte. E foi bom, pq acabei encontrando um estrategista que é uma simpatia com um blog muito interessante. Grande Professor!

Seja bem vinda!

Quanto a teu post não há atraso, não de nossa parte; apenas existem regras e,(in)felizmente. Eu te compreendo.

Estás linkada!

um beijo

Menina do Rio disse...

Ps: não consegui ver o pano de fundo do teu blog; só abriu aqui a pagina branca.

beijinhos

Porca da Vila disse...

Olá Menina do Rio,

Grata pela visita. Pena que não tenhas visto o fundo da página, mas às vezes acontece quando a 'net' está mais lenta. A solução é fazer um 'reload' da página. A primeira vez que entrei no teu blog também aconteceu o mesmo. O fundo era todo branco. Depois do 'reload', voilá... uma bela praia! Coisa que na minha região não tenho! Aqui, só montes e mais montes...

Um Xi da Porca

Moriae disse...

Vergonha ... gente muito feia mesmo! Foi recordada por muitos manifestantes que guardaram a sua opinião para a hora de jantar. Outros, mais esquecidos, andaram por Guimarães em jeito amnésico.

bj,
M.

Carminda Pinho disse...

Quando eu era ainda miúda lembro-me do meu pai dizer lá em casa, que nas esquinas nos cafés e às vezes a escutar-nos à porta de casa haviam bufos eram os pides.
A fulana ou é mesmo estúpida ou quer-nos fazer a nós.

Um abraço

Rendadebilros disse...

Valha-nos Marte , Vénus , etc... os deuses antigos que os de agora devem estar abismados com tanta inteligência...

Bom sábado!

Porca da Vila disse...

Olá Moriae,

Há pessoas com memória curta. Outras nem isso. Esta deve ser uma delas.

Xi da Porca

J.G. disse...

Alguém diga a esta senhora secretária de tantas coisas que é atrasada.
E, como estou em casa de minha amiga Porca, agoora venha lá processar-me, está bem?

um abraço.

Porca da Vila disse...

Olá Carminda,

Esta deve ser parva de nascença. E não deve ter a noção, apesar dos 24 anos que já tinha quando se deu o 25 de Abril, do que foram aqueles tempos de repressão, de PIDE e de Bufos! Ou então come muito queijo e já esqueceu tudo aquilo...

Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá RendaDeBilros,

A esta nem S. Gregório lhe vale. A inteligência, quando morrer, também não lhe vai pedir contas...

Bom fim-de-semana.

Um Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Olá Jorge,

Na Braganzónia ninguém se mete contigo. Durante a guerra civil de Espanha acolheu-se por aqui muita gente, como um grande amigo de meu pai que por cá esteve refugiado com a família até ao dia em que Franco morreu.

Um Xi da Porca

Meg disse...

Também posso vir para tua casa dizer mal do governo?
Olha que se disseres que sim, a gente faz uma ocupação selvagem, que eu já vi que há mais quem esteja interessado. Pensa bem.

Um abraço

Porca da Vila disse...

Olá Meg,

Aqui podes desancar em quem te apeteça! E se algum dia te vires 'apertada', vens para cá! A tribo toma conta de ti!

Xi da Porca

Moriae disse...

és uma querida :)

bjo!

Retratos