A Reserva

Encravada entre a província portuguesa de Trás-os-Montes e a província espanhola de Zamora [Castilla y León], a região da Braganzónia [Braganza+Amazónia] é considerada, como sempre foi pelo Poder [monárquico ou republicano] de Lisboa, uma autêntica Reserva de Índios, reconhecida por qualquer viajante esclarecido como das mais atrasadas da Europa.

Atrasada, abandonada, desprezada, quase renegada e indesejada!

E não poucas vezes espoliada do pouco que já lhe resta para além da genica, do orgulho e da dignidade dos que nela vão sendo ignorados!

Para os Senhores do Poder, a Braganzónia foi sempre um empecilho que apenas dá despesa, poucos impostos e quase nenhuns votos!

Que os interessou apenas enquanto foi preciso recrutar mancebos fortalhudos, habituados à fome e à porrada, para mandar às guerras de África!

A reserva abrange actualmente 106 tribos, agrupadas em 49 zonas de caça dispersas por uma área de 1.173 quilómetros quadrados.

Eram 34.752 os índios que ocupavam esta vasta área em 2001 [trinta por quilómetro quadrado].

Algumas dessas tribos, as da metade Norte da reserva, desde a fronteira espanhola até aos velhos trilhos que ligam Braganza [a tribo maior] à zona Leste de Vinhais [reserva irmã da Braganzónia] e à zona Oeste de Alcañices [reserva espanhola pouco menos desprezada por Madrid], foram há uns anos atrás, sem para tal serem ouvidas e contra-vontade, integradas no Parque Natural de Montesinho.

Transformando-lhes o quotidiano num verdadeiro inferno porque, entre outras coisas, lhes não é sequer permitido cortar livremente a lenha de que são donos para manter o fogo que lhes aquece o corpo durante o Inverno. Que na Braganzónia é rigoroso, faz doer as unhas e gelar os rios!

Agora, cada índio tem que [muito respeitosamente] solicitar aos Senhores do Parque o especial favor de uma autorização para cortar meia dúzia de paus que mal chegam para os gatos tirarem o frio do lombo!

Melhor fora que o tal Poder os abandonasse de vez à sua sorte para livremente poderem decidir o futuro!

28 junho, 2007

Há Grelos na Braganzónia


Por deferência da 'Renda de Bilros', do blog 'Que Conversa', acaba de me ser atribuído o prémio 'Blogue com Grelos', forma de reconhecimento da escrita no feminino das 'meninas' mais actuantes da blogoesfera lusa, tal como define a sua criadora, 'Marta F', do 'Blogue com Grelos':

"O 'Blogue com Grelos' premeia mulheres que, na sua escrita, para além de mostrarem uma preocupação pelo mundo à sua volta ainda conseguem dar um pouco de si, dos seus sentires e com isso tornar mais leve a vida dos outros. Mulheres, mães, profissionais que espalham a palavra de uma forma emotiva e cativante. Que nos falam da guerra mas também do amor."

À 'Renda de Bilros', em meu nome, e no de todas as 'squaws' da Reserva da Braganzónia, pela lembrança e pelo reconhecimento, muito obrigada.

Devo agora passar os grelos, perdão, passar a premiar outras 'meninas' que sei merecedoras desta distinção:


'Ka', do 'Blog da Ka'
'Carminda Pinho', do 'Forum Cidadania'
'Laurentina', do 'Marginal Zambi'
'Different', do 'Mentacutilante'
'Kaotica', do 'Pafúncio'


Um Xi Grande para todas.

7 comentários:

Different disse...

Gracias:)

Laurentina disse...

Ora muitíssimo obrigada...
Mas não sei se mereço tal deferência porque não me chamo Joana nem Berarda...

Ehehehehehehehehehe Porca beijão grande para ti

Ka disse...

Obrigada!

Estu comovidissima (snif, snif) e apesar de já seres a 2ªa pessoa a entregar este prémio é bom saber que gstam do que faço lá pelo BDK.

Um xi da ka (adivinha lá a côr...lol)

Kaotica disse...

Obrigada, querida Porca. O Pafúncio estava mesmo a precisar de mais um Grelo, não estava certo a coisa estar a pender para os tomates: agora sim: 2 pares de tomates e dois grelos, é o que eu chamo um blogue hermafrodita equilibrado.

Um grande abraço para ti!

Carminda Pinho disse...

Obrigada amiga, agradeço muito a tua nomeação só que já tinha sido nomeada pela Cristina do "Contra Capa" e penso que só posso aceitar um Blog com Grelos o que compreendo. A falta foi minha pois ainda não procedi às nomeações no meu Blog.

Tenho a certeza que compreenderás.

Bjs e Abraços

J.G. disse...

Pronto, agora só falta o blog com arroz! Com os tomates e os grelos faza-se uma bela arrozada. Ou não?

A sério, mereces esses grelos porque és uma mulher de tomates!

Bom, deixa-me calar que não sai nada de jeito.
Parabéns e pronto!

Um abraço.

Porca da Vila disse...

Não Jorge, os grelos são bons é com chouriço... de pão, sem tomates!

Xi da Porca

Retratos