A Reserva

Encravada entre a província portuguesa de Trás-os-Montes e a província espanhola de Zamora [Castilla y León], a região da Braganzónia [Braganza+Amazónia] é considerada, como sempre foi pelo Poder [monárquico ou republicano] de Lisboa, uma autêntica Reserva de Índios, reconhecida por qualquer viajante esclarecido como das mais atrasadas da Europa.

Atrasada, abandonada, desprezada, quase renegada e indesejada!

E não poucas vezes espoliada do pouco que já lhe resta para além da genica, do orgulho e da dignidade dos que nela vão sendo ignorados!

Para os Senhores do Poder, a Braganzónia foi sempre um empecilho que apenas dá despesa, poucos impostos e quase nenhuns votos!

Que os interessou apenas enquanto foi preciso recrutar mancebos fortalhudos, habituados à fome e à porrada, para mandar às guerras de África!

A reserva abrange actualmente 106 tribos, agrupadas em 49 zonas de caça dispersas por uma área de 1.173 quilómetros quadrados.

Eram 34.752 os índios que ocupavam esta vasta área em 2001 [trinta por quilómetro quadrado].

Algumas dessas tribos, as da metade Norte da reserva, desde a fronteira espanhola até aos velhos trilhos que ligam Braganza [a tribo maior] à zona Leste de Vinhais [reserva irmã da Braganzónia] e à zona Oeste de Alcañices [reserva espanhola pouco menos desprezada por Madrid], foram há uns anos atrás, sem para tal serem ouvidas e contra-vontade, integradas no Parque Natural de Montesinho.

Transformando-lhes o quotidiano num verdadeiro inferno porque, entre outras coisas, lhes não é sequer permitido cortar livremente a lenha de que são donos para manter o fogo que lhes aquece o corpo durante o Inverno. Que na Braganzónia é rigoroso, faz doer as unhas e gelar os rios!

Agora, cada índio tem que [muito respeitosamente] solicitar aos Senhores do Parque o especial favor de uma autorização para cortar meia dúzia de paus que mal chegam para os gatos tirarem o frio do lombo!

Melhor fora que o tal Poder os abandonasse de vez à sua sorte para livremente poderem decidir o futuro!

21 maio, 2007

A Nova Censura


"Um estudo divulgado ontem pela Open Net Initiative [ONI], na Universidade de Harvard, EUA, revela que o nível de censura estatal de conteúdo na Internet está a aumentar em todo o mundo. Depois de examinar milhares de páginas em 120 provedores, os investigadores constataram que o fenómeno cresceu substancialmente nos últimos cinco anos.

Os países que mais exercem censura online, através das mais variadas linhas de 'filtros' de conteúdo, são: Mianmar [antiga Birmânia], Irão, Paquistão, Arábia Saudita, Síria, Tunísia, Emirados Árabes Unidos e Iémen. Mas a ONI encontrou também mecanismos de controlo de conteúdo no Canadá, EUA e em alguns países da Europa.

in ' Expresso '


Mesmo a propósito! O 'Braganzónia' acaba de ser convidado pelo 'Arrebenta', do 'Braganza Mothers', a associar-se a um movimento cujo objectivo será estabelecer os 'Dez Prolegómenos para a Blogosfera Futura'.

O documento encontra-se neste 'Blog' de 'post' único, criado expressamente para o efeito. Aberto, naturalmente, ao comentário e ao contributo de todos para o seu aperfeiçoamento.

Convido por minha vez outros 'bloggers' que, acredito e sei, darão o seu contributo e divulgarão a iniciativa nos seus 'Blogs':

Contra Blog
Forum Cidadania
O Escudo
O Sino da Aldeia



Morte à Censura, e que Viva a Liberdade...

[não sei se terá algo a ver com isto, mas o 'Blogger' já deu mais problemas nas últimas 48 horas do que nos últimos 6 meses...]

8 comentários:

JPG disse...

Ahahahah!.... Tem calma!

Tu metes-me em cada uma! Olha, agora é tarde mas amanhã vou ver o que é essa coisa dos "predeleguminosos" prolegómenos

É que se vou lá agora, começa a cabeça a girar e nunca mais consigo dormir, que é uma coisa que tenho de fazer de vez em quando.

Obrigado por me meteres em sarilhos

Um abraço.

Porca da Vila disse...

Olá Jorge,

Então aquilo eram horas de um sineiro estar ainda acordado? HeHe!

O 'arrebenta' de vez em quando tem destas coisas e, como se diz, temos de as ir dividindo pelas aldeias...

Boa semana e um Xi da Porca

G.R. disse...

Olá!
Obrigado por te teres lembrado de mim!
Sabes, eu acho que a blogsfera deve ser livre. Logo, não sou muito apologista de regras, leis ou prolegómenos que a possam regulamentar e fazer refém.
Mesmo assim, vou fazer um link para o 'Dez Prolegómenos para a Blogosfera Futura', pois acho que esta discussão é muito pertinente.
Vai ter de ficar é para amanhã!
Até lá!

Porca da Vila disse...

Olá GR,

Também não sou muito dada a regras, muito menos neste mundo dos blogs.

Quando deixar de me interessar, muito simplesmente, saio.

De qualquer forma sempre valerá a pena alguma discussão, nem que mais não seja, para se chegar à conclusão de que a única regra será não haver regra nenhuma.

Um Xi da Porca

Moriae disse...

Também já tive problemas com o blog. e visitas estranhas ... hoje foi da secretaria geral da presidência da republica ... por engano certamente pois estiveram lá 0 segundos ... não deixa de ser estranho ... Forth Worth vai lá regularmente e a alguns blog's de amigos, o que tb é estranho, porque, é sistemático. Pronto, mas, sabemos que é fácil tentar perturbar as pessoas simples como nós através dos nossos blog's inócuos. Isto para referir a hipótese de singulares ainda mais simples que não têm mais nada que fazer ...

Xi da M.

Porca da Vila disse...

Olá Moriae,

Também tenho regularmente visitas de dois 'fregueses', Forth Worth e Assembleia da República.

Estimo que vão ambos à m...

Um Xi da Porca

Moriae disse...

LOL! Ainda bem que o dizes (posso tratar por tu?)!
Agora tenho é que aprender a gravar um blog de forma dinâmica em cd ou dvd ...
xi!

Porca da Vila disse...

Olá Margarida,

Claro que podes tratar-me por tu.

As visitas da AR foram mais na altura em que escrevi umas coisas sobre o Armando Vara. Agora não são tão frequentes.

Sintomático...

Um Xi da Porca

Retratos