A Reserva

Encravada entre a província portuguesa de Trás-os-Montes e a província espanhola de Zamora [Castilla y León], a região da Braganzónia [Braganza+Amazónia] é considerada, como sempre foi pelo Poder [monárquico ou republicano] de Lisboa, uma autêntica Reserva de Índios, reconhecida por qualquer viajante esclarecido como das mais atrasadas da Europa.

Atrasada, abandonada, desprezada, quase renegada e indesejada!

E não poucas vezes espoliada do pouco que já lhe resta para além da genica, do orgulho e da dignidade dos que nela vão sendo ignorados!

Para os Senhores do Poder, a Braganzónia foi sempre um empecilho que apenas dá despesa, poucos impostos e quase nenhuns votos!

Que os interessou apenas enquanto foi preciso recrutar mancebos fortalhudos, habituados à fome e à porrada, para mandar às guerras de África!

A reserva abrange actualmente 106 tribos, agrupadas em 49 zonas de caça dispersas por uma área de 1.173 quilómetros quadrados.

Eram 34.752 os índios que ocupavam esta vasta área em 2001 [trinta por quilómetro quadrado].

Algumas dessas tribos, as da metade Norte da reserva, desde a fronteira espanhola até aos velhos trilhos que ligam Braganza [a tribo maior] à zona Leste de Vinhais [reserva irmã da Braganzónia] e à zona Oeste de Alcañices [reserva espanhola pouco menos desprezada por Madrid], foram há uns anos atrás, sem para tal serem ouvidas e contra-vontade, integradas no Parque Natural de Montesinho.

Transformando-lhes o quotidiano num verdadeiro inferno porque, entre outras coisas, lhes não é sequer permitido cortar livremente a lenha de que são donos para manter o fogo que lhes aquece o corpo durante o Inverno. Que na Braganzónia é rigoroso, faz doer as unhas e gelar os rios!

Agora, cada índio tem que [muito respeitosamente] solicitar aos Senhores do Parque o especial favor de uma autorização para cortar meia dúzia de paus que mal chegam para os gatos tirarem o frio do lombo!

Melhor fora que o tal Poder os abandonasse de vez à sua sorte para livremente poderem decidir o futuro!

29 dezembro, 2006

Un tema a la scuolha...


"You até querie falar de l miu gato mas cumo nun lo tengo, nun puodo dezir se ye guapo ou feio. Podie falar de l Natal, mas cumo todos ban a falar del, quedei sien ganas de falar de Natales. Ou anton falar de la mie tierra que ye Sendin. Tampouco… yá hai muitos que pássan todo l tiempo a fazer isso. Acerca de l mirandés? Cuido que nun ye ua cousa amportante para un assunto dun testo. I cumo l porsor nun me deixa falar an sexo, ou até deixa, mas ousando la terminologie cierta, nun bou a falar de nada. Por esso cuidei que un tema a la scuolha fuosse buono…"

[ João Pedro, 11º anho de l Agrupamiento de Scuolas de Miranda de l Douro ]


O objectivo era escrever, em Mirandês, uma mensagem de Natal. O tema era livre [a la scuolha]. 'Fino' o puto! Não fosse ele 'Mirandés'...

12 comentários:

Jorge P.G. disse...

Bom, eu acho que esse miúdo não é esperto, é fino como um alho!

Se eu fosse professor dele, dava-lhe um 18!

Um grande abraço para a Porca!

G.R. disse...

Como não sei "Mirandés" vai mesmo assim: Bom ano 2007!

Kaotica disse...

A toda a equipa da Braganzónia

Eu venho desejar um fantástico Ano Novo 2007. Que ele vos traga a realização dos vossos projectos e a permanência do bom humor que vos caracteriza.
Um abraço amigo!

PS-Esse miúdo é bem sagaz! Olha só a estratégia que ele engendrou! Genial!!!

Anônimo disse...

Fino como a biqueira do "mou çòco!"

Isto foi só uma brincadeira em brègancês... até porque achei imensa graça à redacção do ganapo!

Um abraço e feliz ano novo.

Arrebenta disse...

"--Cuomo se disz caralho in miranduês?"
"--Meteme-lo na boca", respodêo el professor

Bom Ano

P.S. - Têm de me ensinar como se põem as notícias a circular à direita, salvo seja...

Anônimo disse...

E pá, que mudanças. Isto é que é, ano novo vida nova!

Luikki disse...

o vinho de sendim produz génios destes....

G.R. disse...

Já chegou 2007 e nada de posts?
Então?

Porca da Vila disse...

E-konoklasta,

Não foi bem por ser Ano Novo, mas a 'falência' do FileLodge obrigou-me a encontrar outro 'fornecedor' de música. Só que as dimensões do 'screen' do FineTune obrigaram-me a redimensionar o 'sidebar' e aproveitei para fazer umas 'pinturas'.

Um Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Luikki,

Não sei se foi do vinho de Sendim, que por acaso é muito bom, mas o puto deu a volta ao 'porsor' com uma pinta do caraças!

Um Xi da Porca

Porca da Vila disse...

G.R.,

Preguiça depois de duas semanas de férias, mais uma valente constipação, mais umas 'pinturas' no blog, originaram uma certa inércia que só agora estou a vencer.

Um Xi da Porca

Arrebenta disse...

Já pus as notícias a rolar. Thanks

Retratos