A Reserva

Encravada entre a província portuguesa de Trás-os-Montes e a província espanhola de Zamora [Castilla y León], a região da Braganzónia [Braganza+Amazónia] é considerada, como sempre foi pelo Poder [monárquico ou republicano] de Lisboa, uma autêntica Reserva de Índios, reconhecida por qualquer viajante esclarecido como das mais atrasadas da Europa.

Atrasada, abandonada, desprezada, quase renegada e indesejada!

E não poucas vezes espoliada do pouco que já lhe resta para além da genica, do orgulho e da dignidade dos que nela vão sendo ignorados!

Para os Senhores do Poder, a Braganzónia foi sempre um empecilho que apenas dá despesa, poucos impostos e quase nenhuns votos!

Que os interessou apenas enquanto foi preciso recrutar mancebos fortalhudos, habituados à fome e à porrada, para mandar às guerras de África!

A reserva abrange actualmente 106 tribos, agrupadas em 49 zonas de caça dispersas por uma área de 1.173 quilómetros quadrados.

Eram 34.752 os índios que ocupavam esta vasta área em 2001 [trinta por quilómetro quadrado].

Algumas dessas tribos, as da metade Norte da reserva, desde a fronteira espanhola até aos velhos trilhos que ligam Braganza [a tribo maior] à zona Leste de Vinhais [reserva irmã da Braganzónia] e à zona Oeste de Alcañices [reserva espanhola pouco menos desprezada por Madrid], foram há uns anos atrás, sem para tal serem ouvidas e contra-vontade, integradas no Parque Natural de Montesinho.

Transformando-lhes o quotidiano num verdadeiro inferno porque, entre outras coisas, lhes não é sequer permitido cortar livremente a lenha de que são donos para manter o fogo que lhes aquece o corpo durante o Inverno. Que na Braganzónia é rigoroso, faz doer as unhas e gelar os rios!

Agora, cada índio tem que [muito respeitosamente] solicitar aos Senhores do Parque o especial favor de uma autorização para cortar meia dúzia de paus que mal chegam para os gatos tirarem o frio do lombo!

Melhor fora que o tal Poder os abandonasse de vez à sua sorte para livremente poderem decidir o futuro!

15 janeiro, 2007

Vêm aí os Indios?


"O Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros assegura que a visita de Cavaco Silva à Índia vai ter resultados futuros, ao contrário do que sucedeu com a vista de Mário Soares. Gomes Cravinho lembrou que José Sócrates visitará o país já em Outubro.
Interrogado pelos jornalistas, Gomes Cravinho classificou de 'coincidências' o facto de Cavaco Silva ser então o primeiro-ministro Português, tendo sido perceptível que o secretário de Estado não quis atribuir responsabilidades ao actual Chefe de Estado, até porque outros primeiros-ministros nada fizeram a esse respeito.
A visita de Cavaco, que se prolonga até 17 de Janeiro, terá uma forte componente empresarial, face ao objectivo do Chefe de Estado de tentar dar um novo impulso às relações económicas entre os dois países."

publicado por ' TSF Online '


Vêm aí os Índios? Perdão, os Indianos?

Se o Cavaco Silva era primeiro-ministro à data da visita de Mário Soares à Índia, porque diabo não fez ele na altura, porque na altura estava no lugar certo para isso, aquilo que agora pretende que outros façam?

É preciso ter 'lata'!

Isto é faz-de-conta para parecer bem? Vão gozar a puta que os pariu...

[Grande mudança cá na casa! Quero pedir desculpas à Porca e aos 'clientes' do Braganzónia por ter desertado logo depois do arranque do blog, mas só agora me foi possível regressar. A Ganzada ainda ficou lá, onde a Porca sabe que estive, a resolver 'umas coisas' mas diz que vai voltar em breve. Diz ela.]

Beijo da Víbora

7 comentários:

Porca da Vila disse...

Beijo da Víbora... Pfff...

Então é assim que fico a saber do seu regresso? Roubaram-lhe o telefone?

Depois 'falamos'. Um Xi.

Kaos disse...

O Cavaco andou escondido 10 anos para nos fazer esquecer as asneiras que fez e criar uma aura de grande Senhor e salvador da Pátria. Agora continua a querer ficar bem nas fotografias e está convencido que a nossa memória já foi apagada. Devia ter era vergonha e pensar no que diz antes de o fazer.

bjs

MPS disse...

Como estou farto de cavacadas, vim a esta caixinha só para dar conta do enorme prazer que senti enquanto via deslizar o tapete das fotografias. Que belas imagens!

jorge G disse...

Então agora temos uma víbora cornuda?

Pois bem, entrou a morder, e bem!, o homem que confessa não ter vocação para a política. Pois não tem, não! Só não entendo é por que razão se candidatou e por que raio de motivos foi eleito.
Ora vá "pastar grilos"!

Saudações e um bjnh à Porca.

Porca da Vila disse...

MPS,

Estas fotos já estão a ficar um pouco 'gastas', e a maior parte nem sequer são minhas. Logo que venha a Primavera e as árvores comecem a ter folha vou dar umas voltas por Montesinho e fazer uma data delas novas.

Grata pela visita.

Um Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Jorge,

A 'Víbora' esteve comigo no início mas depois desapareceu.
Não tem papas na língua, é atrevida [o que é bom] mas tem o mau hábito de não parar muito tempo no mesmo sítio. Vamos ver quanto tempo se aguenta por cá.

Um Xi da Porca

Porca da Vila disse...

Kaos,

Este agora passou a dizer asneiras em vez de as fazer.
Para isso tem cá a Socratada...

Um Xi da Porca

Retratos